Pensamentos

Onde ela está?

Eramos íntimos. Praticamente todo dia tínhamos contato direto.

Sonhava com ela, sonhos quem me faziam viajar profundamente. Sorria com ela, alegrias as quais ela me fazia ter.  Não cansava de tê-la, de adorá-la, de cortejá-la e instigá-la.

As vezes ela era meio teimosa, se fazia de difícil, ficava com manhas e me ignorava. Mas eu, paciente que sou, respirava fundo e a convencia a aparecer.

Mas de uns tempos pra cá, ela andou ficando mais teimosa (Ou eu que fiquei mais duro?). Ela está arisca, nervosa, e eu nem tão paciente quanto era. O seu jogo duro definitivamente está me afetando.

Tento manter a calma.

Mas o que fazer se preciso dela pra viver? E se ela não vem, vou me deprimindo. Não sei mais qual rumo tomar para tê-la novamente. Só sei que preciso dela.

Já fiquei de ponta cabeça, comi bastante doce,  bati a cabeça na parede, meditei e nada. Ela não vem.

Tento voltar as origens e refazer meus pensamentos para deixá-los iguais aos de quando comecei isso tudo. Tomara que dê certo.

A concentração falha, a motivação não é tão forte quanto antes (não sei bem por quê), mas mesmo assim não perco as esperanças de tê-la de volta.

E nessa solidão mental, só me resta um pedido a fazer: Idéia volta pra mim!

Padrão
Pensamentos

Don’t Stop

Frustração, tristeza, incredulidade ou falta de confiança. Deve haver algo mais. Ver o que está acontecendo e não saber o que fazer. Impotência. Fraqueza talvez? Não sei, mas parece que a pressão fez efeito. E aí vem ela, a sombra da derrota. Assolar a mente não tranquila de quem não consegue cumprir seu dever.

Frustração. De estar desapontando quem tanto confiou em você. De não retribuir o que lhe foi dado. E de fazer parecer que não está gastando a energia correta.

Não há nada mais além disso. O ambiente é perfeito. As condições, as de sempre. Mas o que falta então?

Frustração. De, ao chegar aqui, ver que está desapontando a si mesmo. Esse não foi o planejado. Não foi o sonhado. Não foi.

E não será. O que falta será achado. Há tempo, eu espero. E se achado não for, será inventado, moldado, construído, com suor e transpiração.

E no fim, deixarei um sorriso nos que me acompanharam. E uma certeza: EU NÃO PAREI DE TENTAR.

Padrão